«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 629 | 630 | 631 || Next»

As pessoas mentem para parecer mais inteligentes do que realmente são

LuisaoCS

As pessoas mentem para parecer mais inteligentes

Se você já se sentiu como se estivesse cercado por pessoas muito mais espertas, mais sexy e mais bem preparadas do que você, não se preocupe. A maioria das pessoas recorre à "mentira piedosa" para referir seu nível de educação e bagagem cultural, segundo os resultados de uma pesquisa realizada há um par de anos no Reino Unido.

O dados sobre a necessidade de parecer especialista em todas as áreas e de aparentar um aspecto de elevado intelecto foram bem reveladores: 53% dos pesquisados revelaram que usam indicadores sociais de intelectualidade, como óculos ou trajes formais.

52%, em sua desesperada perseguição de uma imagem refinada, enfeita suas estantes com livros que nunca leram, entre os quais destacam "Guerra e paz" de Leon Tolstói, "1984" de George Orwell e "Mein Kampf", este último evidentemente para engrossar o enunciado de Godwin -este mesmo que diz que à medida que cresce uma discussão on-line, a probabilidade de que surja um imbecil limitado em argumentação para fazer uma comparação envolvendo Adolf Hitler ou nazismo é praticamente de 100%-.


Redirect Path, uma interessante extensão do Chrome para comprovar redirecionamentos da Web

LuisaoCS

Redirect Path, uma interessante extensão do Chrome para comprovar redirecionamentos da Web

Encontrei por aí Redirect Path que é uma simples e muito interessante extensão de Chrome que faz o que caberia esperar: indicar de forma visível os saltos em forma de redirecionamentos que aconteceram até chegar à página que você está vendo.

Isto é útil porque às vezes quando solicitamos uma URL em concreto o servidor redireciona o navegador mediante respostas do protocolo como 301, Redirecionamento Permanente ou 302, Temporário. Isto pode ser devido a diversas razões: mudança de uma URL por outra (caso dos encurtadores de endereço), mudança de subdomínios, como por exemplo forçar ou ignorar o www), mudança de um protocolo inseguro a outro seguro, etc.

No NDig, por exemplo existem dois redirecionamentos obrigatórios: se o internauta digitar http://mdig.com.br será redirecionado para https://www.ndig.com.br.

O caminho seguido pode ser visto apenas pulsando sobre o ícone de Redirect Path que aparece na barra de ferramentas, onde ademais indica se ocorreu um Redirecionamento 301/302 ou seguiu um caminho limpo.

Não é que os Redirecionamentos causem latência, mas, pelo geral quantos menos tenha melhor. Para navegar mais rápido e limpo, cada milésimo conta.


Existe alguma prova da percepção extrassensorial?

LuisaoCS

Existe alguma prova da percepção extrassensorial?

Desde o início da civilização, as pessoas tendem a achar que alguns nascem com certos "dons" provenientes de espíritos, deuses, anjos ou demônios. No entanto, as reclamações dos poderes psíquicos são totalmente recentes, já que em séculos passados não tinha quem os reclamasse, pois todo mundo cria no sobrenatural.

Foi no final do século XVIII e princípios do XIX, quando a ciência moderna começou a se estruturar e a pesquisar tudo o relacionado com o desconhecido. Ao longo de todo este tempo, colocaram a prova os supostos poderes paranormais dos psíquicos.

Provavelmente um dos projetos mais ambiciosos neste tema, foi o projeto secreto do governo dos EUA durante a guerra fria: o projeto Stargate, uma organização de paranormais cujo propósito era encontrar, mediante percepção extrassensorial, testes nucleares, centros de reféns na URSS e espiãos soviéticos em território norte-americano.


Quão normal você é? Segundo este psicólogo a normalidade é um mito

LuisaoCS

Quão normal você é? Segundo este psicólogo a normalidade é um mito

Você conhece realmente uma pessoa "normal"? Quando observamos de perto qualquer indivíduo -inclusive a nós mesmos- não se trata de seres monótonos, que literalmente têm apenas um tom, senão que nos encontramos com diferenças, tensões, contradições em diferentes níveis que nos fazem ser quem somos e que nos permitem seguir mudando e nos desenvolvendo.

No concernente a psiquiatria e a psicologia a divisão binária entre pessoas normais e anormais é uma mitologia que, de acordo com o doutor Gabor Maté, tem a ver com a disponibilidade de medicamentos, com a autoridade médica e com o sistema econômico, pois o anormal -como bem mostrou Foucault- é aquele que está excluído, antes que outra coisa, do sistema econômico, da produção e do consumo: o anormal (o doente, o excluído, o louco) é o que não trabalha nem compra nada.


Uma breve história dos cães

LuisaoCS

Você já sabe que os cães domésticos descendem dos lobos. O que pode surpreendê-lo é o quanto lobos e humanos semelhantes conviveram. Nossa eventual cooperação foi iniciada pelos cães, não pelos humanos. A história fica mais estranha a partir daí. Aproveite esta lição animada do TED-Ed de David Ian Howe.


O riso revela nossas ideias mais entranhadas

LuisaoCS

O riso revela nossas ideias mais entranhadas

O humor é importante, ao menos certa classe de humor paradoxal. Porque a ironia, a chacota e a paródia costumam revelar as contradições que tentamos ocultar, tanto dos demais quanto de nós mesmos.

Pela mesma razão, as pessoas que menos se autoenganam ou que são mais conscientes de sua própria impostura e, por extensão, a dos demais, apreciam mais facilmente o humor, se ofendem menos com ele, toleram mais a gargalhada, assumem a ideia essencial de que tudo pode ser objeto de deboche, e que colocar limites é espinhoso enquanto cada um de nós tem o limite em um ponto diferente.


Um sanduíche de teclado

LuisaoCS

Este curioso vídeo intitulado "Keyboard crasher's lunch", que utiliza a técnica de stop-motion para mostrar formas estranhas de cozinhar objetos cotidianos e comê-los, é um bom exemplo de arte visual simples e divertida. É tudo bastante surrealista, e a presença de um teclado, um mouse e um scanner lhe dão um toque de almoço informático mais raro ainda.

Lembrete: tal e como adverte o vídeo: crianças mão comam seu teclado!


Blue, um robô barato para realizar tarefas cotidianas

LuisaoCS

Este robô da Universidade de Berkeley chama-se Blue e é basicamente um "pau com dois braços". O interessante é que esses braços são muito destros e são treinados mediante inteligência artificial. Isto faz com que Blue seja capaz de realizar tarefas cotidianas como colocar flores em uma jarra, dobrar a roupa ou fazer uma caneca de café. Um robô verdadeiramente útil como ajuda em casa.


Como a falta de células fotorreceptoras faz com que a maioria dos mamíferos seja menos colorida que peixes e pássaros

LuisaoCS

A apresentadora do SciShow, Olivia Gordon, explica por que a maioria dos mamíferos não é tão ricamente colorida quanto peixes, insetos e pássaros. Como se constata, a cor não é bem percebida pelos mamíferos, já que só tem dois cones fotorreceptores herdados de tempos pré-históricos, que são metade do que têm seus primos aquáticos, rastejantes e voadores do reino animal.

De fato, aves, insetos, peixes enxergam em todas as cores do arco-íris, enquanto os mamíferos parecem oferecer paletes mais genéricas e os dinossauros podem ser os culpados.


E se a estimulação cerebral nos tornasse mais idiotas?

LuisaoCS

E se a estimulação cerebral nos tornasse mais tontos?

A estimulação cerebral para melhorar o rendimento cognitivo se converteu em um dos temas de destaque da neurociência, até ao ponto de que algumas pessoas trocam informação e fabricam seus próprios dispositivos caseiros. A técnica em questão é denominada estimulação transcraniana por corrente contínua (tDCS) e consiste em colocar uma série de eletrodos sobre o couro cabeludo e aplicar baixas correntes a nível superficial nas zonas escolhidas. Em determinados casos reclama-se que o sistema é capaz de melhorar o rendimento cognitivo das pessoas cabalmente, mas ainda há muito que estudar e demonstrar.

A equipe de Flavio Frohlich, da escola de medicina da Universidade de Carolina do Norte, desferiu um duro golpe à técnica há um par de anos com a publicação de um estudo que demonstrava que não só não tem grande efeito, senão que os voluntários submetidos à estimulação pioram com respeito ao grupo de controle. O trabalho, publicado na revista Behavioural Brain Research, sob o título "Transcranial direct current stimulation of frontal cortex decreases performance on the WAIS-IV intelligence test", consistiu em submeter 40 adultos saudáveis a uma série de testes que começavam e terminavam com um prova de inteligência convencional com perguntas sobre entendimento verbal, percepção, memória de trabalho e velocidade de resposta.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 629 | 630 | 631 || Next»

Links: