«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 629 | 630 | 631 || Next»

Qual foi o país com a mais curta existência da história?

LuisaoCS

Nações vêm e vão. Biafra, por exemplo, estava no noticiário há menos de três anos. Os países que entraram em colapso em menos tempo são muitas vezes esquecidos porque atraíram menos manchetes, alguns deles com expectativa de vida que duraram um piscar de olhos, relativamente.

Mas, para determinar o país de vida mais curta de todos os tempos, primeiro você precisa definir o que é um país e nesse vídeo falam sobre alguns países que vieram e foram antes que você soubesse sobre eles.

De fato, indicar o país com a mais curta existência depende de como você define a questão. Não é novidade que a resposta é complicada. Entre os candidatos para o país mais efêmero da história está o sultanato de Zanzibar, por um dia em 1963, a República da Criméia, por um dia em 2014, e a República Federativa Democrática da Rússia, que durou apenas seis horas em 1918. O aparente vencedor, no entanto, é o Estado Independente da Catalunha, que durou apenas oito segundos de um discurso de 2017.


A origem da consciência: como as coisas desconhecidas se tornaram cientes

LuisaoCS

Consciência é um assunto profundo e complicado, mas o bom Kurzgesagt é ótimo em explicar assuntos intrincados de maneira clara. Existem alguns elementos que definem diferentes níveis de consciência, o que torna a consciência de um verme diferente da de um hamster ou de um humano, por exemplo. O conceito de "consciência" é bastante difícil de entender e há mais dois vídeos que irão completar esta série. Eu não posso esperar para ver como eles vão tratar dos assuntos de "senciência" e "alma".


O mito sobre os lados esquerdo e direito do cérebro explicado

LuisaoCS

Nós já falamos sobre o assunto quase uma dezena de vezes aqui no NDig. O problema é que essa mentira contada muitas vezes ganhou status de teoria quando não passa de uma hipótese muito mal formulada. Então é necessário desmenti-la uma vez e outra para que as pessoas parem de repetir a bobagem.

Nesta animação colorida explicam sobre o mito das personalidades do lado direito e esquerdo do cérebro. Mesmo que as metades separadas do cérebro possam desempenhar funções diferentes, os mesmos processos cognitivos existem em ambos os hemisférios do cérebro, embora a forma como a informação é interpretada de maneira diferente. O lado direito do cérebro procura informações importantes, enquanto o lado esquerdo procura detalhes, que não tem nada a ver com lado lógico e emocional e nem com 10% da cabeça animal, outra estultice.


Será que este mapa prova que os chineses descobriram a América antes de Colombo?

LuisaoCS

Será que este mapa prova que os chineses descobriram a América antes de Colombo?

Ainda que assumimos a história pela qual regemos nossa visão do mundo como algo relativamente imutável, fixo e verdadeiro, é possível que seja bem mais débil do que pensamos. Um dos casos mais discutidos é a descoberta da América, aparentemente realizado por Cristóvão Colombo em 1492. Este acontecimento histórico que todos aprendemos na escola poderia ser um relato incompleto e, de certa forma, falso.

Existem evidências que sugerem que Leif Eriksson, um navegador viking, tocou terra americana 500 anos antes que Colombo. E de maneira mais controversa, um historiador montou um interessante caso argumentando que o navegador chinês muçulmano Zheng He chegou a América em 1421.

Em seu livro "Who Discovered America?", Gavin Menzies assinala que a descoberta da América por Colombo é uma fantasia. Menzies toma como prova um mapa do século XVIII atribuído ao famoso almirante Zheng He que mostra de maneira detalhada o continente americano uns 70 anos antes de Colombo fazer sua viagem.

Sabe-se que nessa época a potência náutica chinesa era considerável, e Zheng He inclusive é considerado uma espécie de semideus em algumas partes da Ásia. Ainda que um especialista aparentemente tenha autenticado o mapa, não existem provas de que foi feito em 1400; Menzies sustenta que as menções do mapa por parte de comunidades indígenas peruanas coincidem com o que sabemos desse período.

A polêmica neste tema é difícil de sortear. Algumas pessoas acham que Menzies é uma fraude, e inclusive criaram um site para refutar sua tese. Outras consideram que existe informação que merece uma pesquisa mais séria, mas que as provas de Menzies são insuficientes.

Via | Daily Mail.


Casualidade versus causalidade - Ou porque as fraudes pseudocientíficas parecem funcionar

LuisaoCS

Casualidade versus causalidade - Ou porque as fraudes pseudocientíficas parecem funcionar

É bastante habitual que os crentes nas mais diversas fraudes pseudocientíficas, como curas milagrosas e pseudo-medicamentos holísticos, apresentem como provas irrefutáveis de sua particular verdade a existência de casos nos quais um indivíduo depois de rezar, tomar água (ou qualquer outra substância) benta, ter limpado o karma, feito um descarrego ou alinhado os chacras adequadamente, se curou de uma doença mais ou menos grave. Mas este tipo de curas são provas válidas que demonstram a eficácia do milagroso tratamento?

Em primeiro lugar o que estas pessoas costumam esquecer é que ainda que apresentem como prova o caso de um ou vários indivíduos curados com o mencionado "tratamento", há que se levar em conta o conjunto dos indivíduos que fizeram uso do mesmo para tentar curar suas afecções. Assim é muito normal que em um determinado momento uma quantidade enorme de pessoas (milhares ou milhões) estejam fazendo algo inútil como por exemplo rezando ou tomando bolinhas de sacarose -em forma de medicamento homeopático- para curar uma doença. Motivo pelo qual para estudar adequadamente o problema é necessário ter uma simples noção básica: compreender o conceito de probabilidade e entender a diferença existente entre casualidade e a causalidade.


O que é um fractal e para que serve? Uma bela jornada sobre alguns objetos fascinantes

LuisaoCS

Yuliya Klochan, estudante de matemática do M.I.T. explica o que são fractais, como alguns deles são construídos e por que são tão fascinantes e ao mesmo tempo úteis. Entre outros, ela usa o floco de neve de Koch como um exemplo visual e fácil de entender. De lá, prossegue explicando como, na década de 90, os designs fractais começaram a ser usados em antenas de radioastronomia porque descobriram sua maior eficácia.

Entre outros exemplos de fractais na natureza também explica que também foi descoberto que a cromatina do DNA humano é um fractal, que permite que ele role sem problemas.


Por que algumas pessoas recordam melhor seus sonhos?

LuisaoCS

Por que algumas pessoas recordam melhor seus sonhos?

Por que algumas pessoas sempre podem recordar seus sonhos enquanto outras quase não os recordam? Um estudo, publicado pela revista Neuropsychopharmacology, sugere que a atividade de certa parte do cérebro poderia ter a resposta. Nele mostram que a região do cérebro chamada união temporoparietal registra mais atividade espontânea entre as pessoas que recordam seus sonhos regularmente, em comparação com as pessoas que raramente recordam.

Ao examinar a atividade cerebral espontânea de 41 pessoas através de tomografia por emissão de positrons, enquanto dormiam e enquanto permaneciam acordados, a metade dos voluntários recordava em média cinco sonhos à semana, enquanto a outra metade conseguia recordar mal um par de sonhos ao mês.


O músico nasce pronto ou é possível aprender?

LuisaoCS

O músico nasce pronto ou é possível aprender?

O talento musical é desde certa perspectiva um dos maiores mistérios do ser humano, um dos quais, ao longo da história, debateram se pode ser adquirido ou irremediavelmente se nasce com ele, com certa inclinação por responder que os músicos verdadeiramente geniais são aqueles que em sua condição natural já vem carregados com esta espécie de software musical.

Agora, no entanto, com os novos recursos colocados a disposição da neurociência -uma das disciplinas mais ambiciosas e apaixonantes dos últimos tempos-, este dilema poderia ser melhor compreendido e talvez inclusive resolvido.


A moral laica é melhor que a moral religiosa?

LuisaoCS

A moral laica é melhor que a moral religiosa?

Com frequência ouvimos pessoas com pouca profundidade de pensamento asseverando que sem religião, sem códigos morais inculcados pelo ultraterreno, o ser humano cairia na depravação, no crime e no "tudo é possível". Os códigos morais religiosos, pois, advogam por alguns princípios indiscutíveis de bondade, por alguns valores que devem se propagar inclusive aplicando a força punitiva.

Deixando de lado inclusive a ideia de que os valores são sempre discutíveis, o irônico é que existem provas bastante sólidas que indicam que o ser humano tem um padrão de moralidade com independência de suas crenças religiosas.

A tudo isto devemos juntar que os códigos morais religiosos não só contêm sentenças profundamente imorais à luz da moralidade contemporânea senão que sua imposição não se baseava tanto na argumentação racional, mas sim em aplicar dor, tortura e sofrimento infinito em quem descumprisse seus mandatos indiscutíveis.


Cinco benefícios para a saúde proporcionadas pelo ato de perdoar

LuisaoCS

Cinco benefícios para a saúde do ato de perdoar

Obstinar-se com a raiva é um dos sentimentos mais pesados e perturbadores que podemos ter, se não for o pior. Como supostamente disse Buda alguma vez: "Persistir na raiva é como apanhar um pedaço de carvão quente com a intenção de atirá-lo em alguém. Sempre quem segura o carvão sai queimado". Após tudo, guardar rancor causa maior dor psicológica do que à pessoa que nos lastimou. E, paradoxalmente, une-nos a essa pessoa bem mais profundamente do que queríamos.

Mas além disso, guardar rancores pode causar dor física. Em verdade podemos fazer um bem enorme a nosso corpo, assim como a nossa mente, se tomarmos o caminho do perdão. Existem muitos benefícios para a saúde que podem fazer com que reconsideremos se esse rancor realmente vale a pena.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 629 | 630 | 631 || Next»

Links: