«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 575 | 576 | 577 || Next»

A música muda o sabor do álcool e por isso as pessoas bebem mais em um bar

LuisaoCS

A música muda o sabor do álcool e por isso as pessoas bebem mais em um bar

Nos bares, as pessoas tem o costume de beber mais do que o habitual. A razão aparente é que n bar há mais bebidas disponíveis, mas há outra que também parece ter influência e resulta muito menos óbvia: o ruído do ambiente. Isto é, que em um bar silencioso os paroquianos enxugariam menos copos.

Ao menos é o que sugere um estudo, publicado na revista Food Quality and Preference, realizado por pesquisadores da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. Na pesquisa, não só comprovaram que as pessoas bebiam mais álcool se havia ruído no ambiente, senão que a música ambiental era capaz de mudar o sabor do álcool, especificamente da cerveja.

A percepção do melhor sabor na cerveja era significativamente mais alta quando os participantes escutavam música em comparação quando consumiam em silêncio ou quando escutavam notícias, e também se percebia menos o álcool na bebida. Segundo Lorenzo Stafford, pesquisador de Portsmouth:

"Uma explicação possível é que as pessoas têm pouca habilidade para estimar o conteúdo de álcool da cerveja por meio do paladar. Pode existir um potencial consumo excessivo quando as bebidas são mais doces e saborosas ou a música é o suficientemente rápida e alta, porque o cérebro humano está conectado para buscar prazer."

O relógio inteligente que não é tão inteligente (mas é barato)

LuisaoCS

O Not So Smart Watch (Relógio não tão inteligente), da Shed Simove, é bem mais atraente, divertido e útil que o modelo oferecido pela Apple, sobretudo quando comparamos os seus preços. Por apenas uns 40 reais se trata do smartwatch mais barato do planeta, o presente perfeito para este cybermonday, ou para o Natal. Tem mapas, mensagens, jogos, é resistente a água... e inclui quatro canetas marcadoras para a lousa branca.


Arma anti-drone captura alvos até a 2 km de distância

LuisaoCS

O DroneGun é um transmissor que desativa sinais de drones (incluindo GPS e posicionamento GLONASS) de até 2 km de distância, numa vasta gama de condições ambientais. Ele não destrói o alvo, apenas força o veículo a pousar ou retornar ao seu ponto de partida. O equipamento ainda está em testes e não é certificado pela FCC, a Comissão Federal de Comunicações que é o órgão regulador da área de telecomunicações e radiodifusão nos Estados Unidos. Contudo, ao que parece, logo será aprovado, pois poderá ajudar a derrubar aviões não tripulados nos aeroportos, proteger soldados contra bombas de drones e ajudar em situações em que simplesmente não é possível chegar perto.


Como os barris de carvalho gigante são feitos

LuisaoCS

Um interessante vídeo feito pelo Youtuber I Am Stankoff mostra com detalhes como são fabricados os grandes de barris de carvalho. Poderia ser pouco (ou muito) mais curto, já que há algumas cenas dispensáveis. De qualquer forma, mesmo com os quase onze minutos que dura, é altamente interessante e tem mais de 200.000 visualizações até agora.


Este estranho vídeo mostra um Su-27 ucraniano quase caindo no chão

LuisaoCS

O Sukhoi Su-27, o caça russo de motores duplos, é conhecido por sua supermanobrabilidade. Então é verdadeiramente estranho o que se passa neste vídeo, onde dois caças dão um rasante realizando uma abordagem a baixa altitude em uma base aérea na Ucrânia, mas um deles acaba voando muito baixo mesmo sobre um grupo de pessoas. Alguém explica que supostamente a aeronave começou perder altitude em relação ao parceiro e para não colidir com ele eu uma guinada à esquerda e, ao mesmo tempo, tentou ganhar altitude, mas a velocidade já não era suficiente, e até que o motor tenha atingido força suficiente quase lambeu o chão.


O que o carro com piloto automatico da Tesla vê quando ele dirige

LuisaoCS

Tesla postou um vídeo de demonstração que mostra o que um veículo autônomo vê enquanto navega por ruas e estradas locais. Como o clipe ilustra, as câmeras e sensores detectam muitos, muitos objetos diferentes em um dado momento: linhas da estrada, sinais, luzes, pedestres e carros estão entre os muitos exemplos. O carro ainda captura o fluxo de movimento do ambiente para ter uma idéia de onde está indo.

Esta não é uma execução de teste impecável. A gente vê como o veículo desacelera desnecessariamente quando passa por pessoas correndo nas margens da rodovia (cerca de 1:30 em), por exemplo. Também é incerto o quão bem este tipo de auto-condução funcionaria em condições menos favoráveis, como o tempo nevado ou condições noturnas em estradas mal iluminadas. No entanto, não deixa de ser impressionante.


Conheça o maior boi do mundo

LuisaoCS

O pessoal da Barcroft visitou a fazenda de Ken Farley para encontrar seu boi Holstein-Frísia gigantesco, Danniel, que mede nada mais nada menos que 1m94 metros e pesa absurdos 1.050 kg. O holandês gigante come 45 quilos de feno, 7 quilos de grãos, bebe 100 litros de água e produz 68 quilos de excrementos, todos os dias.

Ken convocou o pessoal do Livro Guinness dos Recordes para medi-lo em uma tentativa de que Danniel seja oficialmente reconhecido como o maior boi do mundo.


Chimpanzés selvagens estão usando varas de pesca para recolher algas dos rios

LuisaoCS

Chimpanzés selvagens estão usando varas de pesca para recolher algas dos rios

O domínio da tecnologia pelos chimpanzés avançou para o próximo nível, depois que os pesquisadores descobriram grupos de primatas usando varas para pegar algas de um rio. Descrevendo o comportamento no American Journal of Primatology, os autores do estudo dizem que os chimpanzés engenhosos usam a técnica para acessar uma fonte de alimentos altamente nutritivos que só está disponível em certas épocas do ano.

Os cientistas da Floresta Classificada de Bakoun na Guiné ficaram curiosos quando notaram longas varas próximas as margens dos rios e riachos e decidiram instalar 11 câmeras para investigar como chegaram lá. Para sua surpresa, descobriram que os chimpanzés locais estavam usando as ferramentas para pescar algas dos leitos dos rios.


Fazer uma lente de contato nos anos 40 era um pesadelo literal

LuisaoCS

Com os rápidos avanços da tecnologia moderna, as pessoas de hoje temos a sorte de não necessitarmos passar por situações que se mostravam bem complicadas no passado. Algo tão simples como colocar lentes de contato era um total pesadelo. De acordo com esta propaganda de 1948, não só o processo era mais complicado no geral, mas envolvia fazer algumas coisas que ninguém sequer pensaria em aceitar nos dias atuais.

Vendo o vídeo fica fácil entender porque pouquíssimas pessoas se sujeitavam a este processo no passado e por qual motivo todos preferiam os óculos! Bendita tecnologia!


Síndrome vasovagal estilo profissional

LuisaoCS

Este jovem desmaia 4 vezes em 60 segundos, algo que medicamente é conhecido como síncope vasovagal e que é o exemplo mais típico dos desmaios: devido ao estresse, mudança drástica de posição e movimento, forças G. O caso é que se você já está um pouquinho tenso porque vai ser lançado em um estilingue gigante que vai de 0 a 160 km/h em pouco mais de um segundo é mais do que compreensível que isso aconteça.

Sua colega aguenta como uma campeã, e apenas ri nervosa. E ele com muito bom humor e educação pergunta se ela está bem, ainda que provavelmente não sabe nada do que aconteceu.

Dizem que algumas pessoas que fazem bungee jumping sofrem do mesmo tipo de desmaios, que mal dura alguns milésimos de segundos: quando relatam sua experiência não recordam o que passou nos primeiros momentos do salto. Ainda bem que estão amarrados!


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 575 | 576 | 577 || Next»

Links: