«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 607 | 608 | 609 || Next»

Antropólogos descobriram o que unia os humanos antes do surgimento das religiões

LuisaoCS

Antropólogos descobriram o que unia os humanos antes do surgimento das religiões

Antropólogos do University College londrino revelam que as histórias e mitos dos povos antigos serviam como meio de unir à população, conclui um estudo publicado esta semana na revista Nature Communications. Muitos antropólogos aceitam a teoria que religiões apareceram com o objetivo de manutenção da ordem social e o fortalecimento dos vínculos entre membros. No entanto, segundo avança este estudo, os povos antigos tinham outras formas de entabular relações, já que as primeiras religiões apareceram faz uns 13.000-15.000 anos.

Uma das autoras do trabalho da universidade britânica, Andrea Migliano, estudou junto a sua equipe a vida de uma tribo indígena das Filipinas, os agta: são caçadores e coletores e vivem alheios às novas tecnologias. Os especialistas advertiram que os também conhecidos como aeta outorgavam um respeito especial àqueles membros da comunidade que contavam melhor as histórias.


Encontram uma «cópia maior» da Terra

LuisaoCS

Encontram uma «cópia maior» da Terra

Um grupo internacional de astrônomos descobriu a 111 anos luz da Terra um exoplaneta cujos parâmetros não excluem a presença de vida. Novos estudos que utilizaram dados reunidos pelo Observatório Europeu Austral demonstraram que um exoplaneta pouco conhecido que gira ao redor da anã vermelha K2-18 poderia ser uma versão de maior tamanho da Terra.

Ao todo, os cientistas descobriram dois planetas que orbitam ao redor desta estrela na constelação de Leão. Um deles foi descoberto em 2015 e recebeu a designação K2-18b. No entanto, só agora os cientistas começaram a estudá-lo. Está localizado na zona habitável da estrela mãe, o que significa que pode ter água líquida em sua superfície.


A mudança climática já não pode ser mencionada nos estudos americanos

LuisaoCS

A mudança climática já não pode ser mencionada nos estudos americanos

A mudança climática está desaparecendo dos sites governamentais dos Estados Unidos, e dos de pesquisa também. A página sobre a mudança climática da EPA foi retirada do ar em abril com a justificativa de "refletir as prioridades da EPA sob a liderança do presidente Trump". E 214 dias depois, a página ainda não pode ser acessada.

Ainda que ainda exista uma versão arquivada, faltam páginas, arquivos PDF e seções inteiras, como o Guia do Estudante para a mudança climática global.


Cientistas: A Terra «engoliu» outros planetas

LuisaoCS

Cientistas: A Terra «engoliu» outros planetas

Um modelo dos primeiros tempos de existência da Terra demonstrou que a contribuição de planetesimais, ou protoplanetas, no desenvolvimento do nosso planeta foi muito maior do que se cria até agora. Os planetesimais são os protoplanetas que bombardearam a Terra faz uns 4,5 bilhões de anos, após nosso planeta, nas primeiras etapas de sua existência, colidir contra outro planeta do tamanho de Marte.

Os protoplanetas originaram-se a partir da matéria interestelar resultante da criação da nebulosa solar, formando rochas que variavam desde o tamanho de um grão de areia até discos de mais de 3.000 quilômetros de diâmetro.


O vídeo à vista de drone de «The Interlace», o impressionante conjunto de apartamentos de Singapura

LuisaoCS

Este vídeo de Avinash Bhalla do conjunto de edifícios de Singapura "The Interlace" é duplamente hipnótico: por um lado porque essas perspectivas aéreas sempre são muito legais e por outro pela interessante megaestrutura, todo um exemplo de arquitetura de apartamentos modernos que surgiu de alguma imaginação febril depois possibilitada pela engenharia e tecnologia modernas:

Trata-se de um dos mais ambiciosos projetos residenciais de Singapura, que foi construída entre 2007 e 2013. Ao todo são 30 edifícios de seis andares, com forma de blocos que se entrelaçam uns com outros ao redor de oito parques centrais, quase como peças de um jogo de construção. Ao todo são 170.000 metros quadrados sobre 8 hectares: nem mais nem menos que 1.040 apartamentos, desde aqueles com apenas um quarto até as mais luxuosas coberturas.


Um contrabaixo feito com uma lavadora reciclada

LuisaoCS

Você tem uma máquina de lavar roupa quebrada e também algumas habilidades para trabalhar com madeira? Pois então está na hora de aprender a tocar um contra-baixo. Veja o clipe de Scrap Wood City no qual ele mostra como transformar o tanque de metal de uma máquina em um contrabaixo acústico sem trastes. Só tem duas cordas, mas ainda assim parece bem legal.


Duas mãos biônicas visam provar que quatro mãos são melhores do que duas

LuisaoCS

Os membros biônicos costumavam se restringir ao domínio da ficção, mas a tecnologia, lançada pela primeira vez em 1993, vem fazendo grandes avanços nos últimos anos. Agora, uma empresa italiana de robótica chamada Youbionic tomou o próximo salto ao lançar um apêndice biônico impresso e personalizável em 3D, composto por duas mãos robóticas.

O dispositivo impresso em 3D, projetado por Federico Ciccarese, é feito de pó de nylon e consiste em um microcontrolador Arduino, atuadores e três eletrodos que são ativados pelos impulsos nervosos da mesma forma que os músculos se movem quando os neurônios enviam sinais de nossos cérebros.

A mão dupla Youbionic está disponível para compra no site da empresa por 1.799 euros (7 mil reais), mas se isso parecer muito caro (e é se levarmos em conta que a priori não tem nenhuma aplicação prática), você pode pagar 189 euros (730 reais) para os arquivos STL e imprimi-la -sem os componentes robóticos-.


Jovem constrói um skate elétrico para andar em trilhos ferroviários abandonados

LuisaoCS

O YouTuber Roadie fabricou uma espécie de skate elétrico motorizado que permite que seu usuário deslize sem esforço, mas não exatamente com muita velocidade ao longo de trilhos ferroviários. Não é necessário dizer que não é boa ideia tentar essa ideia em casa, a menos que você esteja 100% certo de que os trilhos ferroviários que conheça estejam abandonados como os mostrados aqui.


Designer cria «substituto de celular» para ajudar pessoas viciadas em smartphones

LuisaoCS

O designer austríaco Klemens Schillinger criou uma substituição terapêutica para smartphones chamado Substitute Phones. Ele fez uma série de cinco desses dispositivos que apresentam uma fileira de contas de pedra para imitar vários movimentos típicos do uso de smartphones, como rolagem, zoom e deslize.

Ao usar as contas de pedra para imitar a interação com a tela sensível ao toque do telefone, Schillinger pretende criar ferramentas terapêuticas que possam fornecer a simulação física que os usuários de smartphones frequentes desejam e ajudá-los a lidar com os sintomas da Nomofobia pela abstinência de ficar longe de seus telefones por longos períodos de tempo

O Substitute Phones é o segundo projeto de Schillinger que visa desencorajar as pessoas a usar seus smartphones e outros dispositivos móveis, como ipads. O primeiro projeto, a Lâmpada Offline, era uma lâmpada de mesa típica que incluía uma gaveta integrada no pedestal. Para que a lâmpada se acenda, um telefone inteligente deveria primeiro ser colocado e depois trancado na gaveta.

O Substituto de Telefone ainda não está à venda, mas o site de Schillinger promete que eles chegarão em breve e oferece um endereço de e-mail para perguntas.


Fazendo uma faca com baterias

LuisaoCS

Cortar pilhas velhas não é necessariamente uma boa ideia. Em verdade pode ser até perigoso dependendo da sua composição, mas isso não impediu que Shurap abrisse um monte delas em busca de metal utilizável. Ele então fundiu os pedaços com algumas lâminas de aço e criou uma doce faca de damasco com um cabo feito a partir de uma lanterna.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 607 | 608 | 609 || Next»

Links: